O que é biodiversidade? Entenda a importância de preservar a natureza

No dia 22 de maio é celebrado o Dia Internacional da Biodiversidade, uma data instituída pela Organização das Nações Unidas (ONU) para alertar sobre a importância de protegê-la. Mas você sabe o que é isso?

A biodiversidade, ou diversidade biológica, é o conjunto de todos os seres vivos existentes, o que inclui todas as plantas, animais e microorganismos da Terra. E é justamente essa diversidade e a interação entre estas diferentes espécies que torna nosso planeta tão especial. 

Como explica o site da ONU, o ar que respiramos, os alimentos que ingerimos, a energia que usamos e os materiais de que precisamos para todos os fins, são todos frutos da interação desta biodiversidade. Sem as plantas, por exemplo, não teríamos oxigênio. Sem as abelhas e outros insetos, não teríamos colheitas, não teríamos comida. Sem os fungos, não teríamos a decomposição e reciclagem das matérias. 

Mas estamos colocando este equilíbrio biológico em grave risco. De acordo com a ONU, cerca de 25% de todas as espécies animais e vegetais do mundo estão ameaçadas de extinção e, a maior parte disso, devido a ação humana.

Amazônia e a importância da biodiversidade brasileira

No Brasil, a Amazônia, a floresta mais biodiversa do mundo, vem sofrendo impactos severos devido ao avanço brutal do desmatamento. De agosto de 2019 a abril de 2020, os alertas de desmatamento indicam a perda de 5.483 km² de floresta. Este é o maior índice dos últimos cinco anos e quase o dobro do que o registrado no ano passado no mesmo período.

E enquanto o desmatamento avança, vai levando consigo toda a vida e a diversidade da floresta, grande parte ainda desconhecida pela ciência. Quem mora longe da Amazônia pode pensar “e o que isso tem a ver comigo?”. A resposta é: TUDO! Não podemos esquecer que nós, como seres vivos, também fazemos parte da biodiversidade. 

A perda da biodiversidade e a destruição do meio ambiente impactam diretamente nossas vidas e, neste momento, estamos vendo um exemplo disso. Quanto mais destruímos ecossistemas naturais, mais facilitamos o aparecimento de doenças, que podem se transformar em epidemias e pandemias e levar a perdas para toda a sociedade, fato que vem sendo alertado pela ciência há anos. 

Isso porque a transformação de paisagens naturais tem feito com que entremos cada vez mais em contato com seres que carregam patógenos, que são capazes de afetar a nossa saúde e causar doenças infecciosas. 

Por outro lado, uma biodiversidade forte e protegida só traz benefícios ao planeta e à nós, seres humanos. 

FONTE : GREENPEACE BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *