Oswaldo Montenegro sai em turnê com Renato Teixeira e lança gravação inédita de canção de 2006

Em 2014, Oswaldo Montenegro lançou a música Pro Renato Teixeira, composta em homenagem ao artista paulista – como já explicita o título – e gravada com participação do próprio Renato.

Quatro anos depois, os dois cantores organizam turnê conjunta, A emoção de um encontro, que vai percorrer o Brasil ao longo de 2019.

Essa união pode soar estranha de início, mas musicalmente tem tudo a ver. Afinal, Oswaldo Montenegro e Renato Teixeira são essencialmente trovadores da música brasileira. Montenegro é espécie de menestrel, tendendo a evocar na obra autoral a canção medieval de tom barroco. Já Renato Teixeira é fino estilista da canção ruralista de tom folk e orgulhosamente caipira.

Simultaneamente com a turnê com Teixeira, Oswaldo Montenegro prepara outro show, O azul e o tempo, com o qual também cairá na estrada, rodando o Brasil ao longo de 2019. Para promover essa turnê paralela, o artista lança hoje, 16 de novembro, o single O azul e o tempo.

Oswaldo Montenegro acerta o tom delicado da canção 'O azul e o tempo' no single lançado hoje — Foto: Reprodução / Facebook Oswaldo Montenegro

Oswaldo Montenegro acerta o tom delicado da canção ‘O azul e o tempo’ no single lançado hoje — Foto: Reprodução / Facebook Oswaldo Montenegro

A gravação é inédita, mas a canção é de 2006, tendo sido lançada há 12 anos no álbum A partir de agora. Aliás, o subtítulo da canção O azul e o tempo nos créditos da gravação original era justamente A partir de agora.

Bonita canção que propaga a esperança em tempos descrentes e que, por isso mesmo, se ajusta aos tons dos dias de hoje (“Nada para se acreditar / Mas os santos rezam para o Brasil”), O azul e o temporessurge das cinzas com cores mais nítidas em gravação pautada pela delicadeza que faltou no registro original de 2006.

Capa do single 'O azul e o tempo', de Oswaldo Montenegro — Foto: Divulgação

Capa do single ‘O azul e o tempo’, de Oswaldo Montenegro — Foto: Divulgação

Artista subestimado pela mídia musical, Montenegro conserva público fiel pelo Brasil. Público que pouco ou nada liga para o fato de o cantor e compositor carioca viver reciclando o próprio cancioneiro, como faz com êxito no bom single lançado hoje com a participação de Alexandre Meu Rei.

FONTE : G1

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *