Palco da festa de Réveillon da Avenida Paulista recebe ajustes finais

A estrutura do Réveillon da Avenida Paulista já foi 90% montada para a festa do dia 31 dezembro. O palco de 16 metros de altura por 20 metros de comprimento receberá shows dos sertanejos Marcos e Belutti, do cantor Lulu Santos, da dupla Anavitória e do grupo de axé Chiclete com Banana. O encerramento será feito pela escola de samba Rosas de Ouro.

A festa contará com um show pirotécnico silencioso que utilizará 3 toneladas de fogos de artifício. A segurança será feita por 1.200 homens da Polícia Militar e 90 bombeiros, além de 560 seguranças particulares. Também serão disponibilizadas 14 ambulâncias de remoção e 8 de UTI. Haverá ainda bolsões com 430 banheiros químicos, além de outros 35 reservados para pessoas com deficiência.

Os itinerários de 44 linhas de ônibus que passam pela paulista foram alterados por causa da festa. Eles só voltarão a fazer o trajeto normal a partir de 3 de janeiro. As estações Paraíso, Brigadeiro e Trianon/Masp, da linha 2-verde, ficarão abertas para embarque e desembarque durante toda a madrugada do dia 1º de janeiro.

A estação mais próxima do local onde está montado o palco da festa é a Consolação que será fechada mais cedo no dia 31 de dezembro às 16 horas, e reaberta às 4h40 do primeiro dia de 2020. As outras paradas da linha 2 funcionarão para embarque até as 2 horas, depois desse horário, estarão abertas somente para desembarque.

No Réveillon de 2019 a avenida recebeu cerca de 1 milhão de pessoas, a previsão é a de que em 2020 o público seja ainda maior. Para que todos acompanhem os shows, foi construído um telão de 5 metros de altura e 12 de largura.

Uma pesquisa da São Paulo Turismo traçou o perfil do público que participou do Réveillon 2019 da Avenida Paulista e apontou que 52% das pessoas que estavam no local eram mulheres e que cerca de 28% dos participantes da festa tinha entre 18 e 24 anos.

Muitos turistas vieram para a capital paulista para acompanhar a festa. O estudo ainda demonstrou que 41% do público não morava na capital e que os turistas passam em média 5 dias em São Paulo e gastavam por volta de R$ 1.025.

O servidor público Paulo Delgado é do interior e trouxe toda família para curtir a festa. “Eu trabalho em São Paulo e sou do interior. Fico a semana toda aqui e esse final de semana, excepcionalmente, por conta da festa da virada, a família tá toda aqui pra acompanhar a virada aqui em São Paulo”, disse ele.

FONTE : G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *