Pastor filipino é preso por ter ajudado compatriotas ilegais

Suspeito de ter violado a lei da imigração policiais da Delegacia de Ueno do Departamento de Polícia Metropolitana informaram a prisão de um pastor filipino, por volta das 8h30 de quinta-feira (18). 

O pastor Marcelo Rupert Victoria, 62, de Koga (Ibaraki), é suspeito de ter arrumado emprego para um casal compatriota mesmo sabendo que estava com o visto vencido. 

Ele teria arrumado colocação para os dois em uma indústria alimentícia em Katori e ajudado a arrumar moradia em Ichikawa, ambas em Chiba, no período de dezembro do ano passado a fevereiro deste ano.

Segundo a polícia, ele recebeu um pedido de um outro missionário do seu país de origem para ajudar o casal. Teria recebido uma recompensa de 200 mil ienes desse casal. Tinha apresentado um emprego em indústria de pneus e também para descascar rabanete, mas o casal não recebeu salário. 

Em abril deste ano o casal foi deportado.

Na delegacia Victoria teria dito “quis ajudar os filipinos”. Sua esposa disse para a JNN que “como é uma pessoa muito boa quando vê outra em apuros sempre ajuda”. Mas a polícia suspeita que tenha apresentado mais filipinos ilegais, por isso a investigação continua.

&nbspPastor filipino é preso por ter ajudado compatriotas ilegais
Koga Glory Chapel, a igreja onde ele serve (JNN)


FONTE : PORTAL MIE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *