Perto de se aposentar, Garrincha veio a Marília com o Olaria-RJ

O estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal já recebeu grandes craques da história do futebol brasileiro e mundial. Em 1972, Mané Garrincha esteve em Marília, defendendo as cores do Olaria-RJ, em um amistoso contra o Marília Atlético Clube (MAC), no dia 24 de junho (vai completar 48 anos).

O “gênio de pernas tortas” já estava em fim de carreira (38 anos) e o placar do duelo foi de 1 a 0 para o Alviceleste, com gol de Liminha (saiu do banco de reservas), aos 12 minutos da etapa final.

Essa partida aconteceu quase um ano depois do MAC ter conquistado o título do Campeonato Paulista da 1ª Divisão (atual Série A-2). Nessa época, o time maqueano já tinha um elenco bem modificado e um dos poucos remanescentes era o ponta Ivo, autor do gol do título em 1971. O treinador era Norberto Lopes, que até hoje é o técnico que mais comandou o clube em seus 78 anos de fundação, com 164 jogos.

Bicampeão do mundo com a Seleção Brasileira nas Copas de 1958 (Suécia) e 1962 (Chile), Garrincha fez apenas dez partidas com o Olaria. Contra o Marília, foi uma de suas últimas na carreira, pois sua despedida oficial aconteceu no dia 7 de setembro de 1972, contra a Caldense-MG, em Poços de Caldas.

O último gol marcado foi meses antes do duelo em Marília, no dia 23 de março, no estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto, no empate de 2 a 2 com o Comercial.

Mané Garrincha – Mesmo aposentado, Garrincha ainda jogou algumas partidas de exibição ocasionais até 1982. Pela Seleção Brasileira, ele realizou 60 jogos (entre 1955 e 1966), com 17 gols marcados e perdeu apenas um jogo (foram 52 vitórias e sete empates). Foi pelo Botafogo-RJ que o “craque das pernas tortas” alcançou o sucesso, tendo feito 612 jogos e anotado 245 gols, no período de 1953 a 1965.

Além do Olaria, o gênio chegou a atuar por outras sete agremiações, mas com passagens discretas: Corinthians, Portuguesa Santista, Atlético Junior-COL, Flamengo-RJ, Novo Hamburgo-RS, Rio Grandense-RS e Cordeiros-RJ. Manoel Francisco dos Santos, o “Garrincha”, morreu no dia 20 de janeiro de 1983, aos 49 anos, em decorrência do alcoolismo.

Marília 1×0 Olaria-RJ

Competição: Amistoso

Data: 24/06/1972

Local: Estádio Bento de Abreu, em Marília

Renda: Cr$ 18.980,00

Árbitro: Edson Massa

Gol: Liminha 12/2T (Marília)

Marília – Willian; Djalma, Jurandir, Minuca e Betão; Helinho e Waldemar (João Luiz); Toninho (Liminha), Neguito, Afonso (Nei) e Ivo. Técnico: Norberto Lopes.

Olaria – Beto; Fidélis, Mário Tito, Vantuil e Mineiro; Gesse e Roberto Pinto; Garrincha (Antônio Carlos), Salvador, Ézio e Fernando.

FONTE : JORNAL DA MANHÃ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *