Pesquisa do governo japonês revela que empresas tiveram problemas com pagamentos de trabalhadores estrangeiros

Uma pesquisa do governo japonês revelou que cerca de 40 por cento das construtoras que empregam trabalhadores estrangeiros sob um programa de emergência tiveram problemas com pagamentos.

Para aliviar a escassez de mão de obra na reta final para os Jogos Olímpicos e Paralímpicos de Tóquio de 2020, o governo está permitindo que construtoras e empresas do setor naval contratem mais estrangeiros que o autorizado anteriormente.

O secretário-chefe do Gabinete, Yoshihide Suga, disse na quinta-feira que o Ministério dos Transportes e Infraestrutura realizou uma pesquisa no ano fiscal de 2017 com 518 empresas. Suga afirmou que o ministério está instruindo as empresas envolvidas a melhorar a situação. Ele acrescentou que o governo precisa continuar a supervisionar e orientar as companhias.

O secretário-chefe do Gabinete foi perguntado se problemas similares poderiam ocorrer caso o Japão amplie a quantidade de trabalhadores estrangeiros ao criar novos vistos no início de abril do ano que vem.

Suga respondeu que o governo vai assegurar que estrangeiros recebam salários no mínimo equivalentes aos dos empregados japoneses. Ele acrescentou que uma nova agência para supervisionar imigração será criada a fim de garantir uma supervisão apropriada das empresas que utilizarem mão de obra estrangeira.

FONTE : NHK PORTUGUÊS

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *