Petrobras adia entregas de propostas por refinarias em meio a coronavírus

A Petrobras informou nesta sexta-feira que postergará o recebimento de ofertas vinculantes nos processos de desinvestimento em refino e seus respectivos ativos logístivos, em função das medidas de prevenção ao coronavírus.

Segundo a empresa, o adiamento nas entregas das propostas busca assegurar a efetiva realização da due diligence por parte dos potenciais compradores.

Os processos abrangem as refinarias Abreu e Lima (Rnest) em Pernambuco; Landulpho Alves (Rlam) na Bahia; Presidente Getúlio Vargas (Repar); Unidade de Industrialização do Xisto (SIX) no Paraná; Alberto Pasqualini (Refap) no Rio Grande do Sul; Refinaria Gabriel Passos (Regap) em Minas Gerais; Refinaria Isaac Sabbá (Reman) no Amazonas; e Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor) no Ceará.

FONTE : REUTERS BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *