Por vaga antecipada e liderança, MAC enfrenta o Rio Preto fora

Cinco dias depois de terem se enfrentado no estádio Bento de Abreu, Marília Atlético Clube (MAC) e Rio Preto voltam a jogar hoje (dia 18), às 15h, no estádio Anísio Haddad, em São José do Rio Preto, pela abertura do returno (4ª rodada) da 1ª fase da Copa Paulista. O Alviceleste pode sair de campo nesta quarta-feira, já classificado para as oitavas de final, com duas partidas de antecedência, se vencer o adversário.

Se somar os três pontos hoje, o MAC também quebrará um longo tabu, que já dura seis anos. Desde o Paulista da Série A-2 de 2014 (temporada do acesso), o clube não consegue vencer três partidas oficiais consecutivas. Na ocasião do último feito as vitórias foram contra: Grêmio Barueri 2×0 (casa), Grêmio Osasco 3×0 (casa) e Itapirense 1×0 (fora).

O Marília participa pela 10ª vez da Copa Paulista, em 21 edições realizadas. A última vez que o clube passou da 1ª fase foi em 2007. De lá para cá, foram cinco edições disputadas. A melhor campanha aconteceu em 2003, quando chegou até a semifinal, sendo eliminado pelo Ituano.

A equipe maqueana também pode assumir a liderança do ‘Grupo 1’, se o Botafogo não ganhar do Novorizontino, fora de casa. O líder tem sete pontos, contra seis do Marília, que em caso de derrota poderá cair para 3º lugar, já que a equipe de Novorizonte está com quatro. Para o duelo desta quarta-feira, diante do Rio Preto, o técnico Guilherme Alves não deverá realizar nenhuma mudança na equipe titular. O treinador tem todo o elenco à disposição.

Se o Marília possui a terceira pior defesa da Copa Paulista, com oito gols sofridos – Rio Preto tem 13 e Guarani 13, e Nacional 12 – em compensação tem o segundo melhor ataque entre os 20 clubes, com nove – só atrás de Botafogo e Portuguesa, que já balançaram as redes 12 vezes cada.

Rio Preto – Única agremiação que ainda não conquistou nenhum ponto nesta Copa Paulista, o Rio Preto pode dar adeus a possibilidade de se classificar de forma direta (entre os 3 primeiros colocados do Grupo 1), se perder para o MAC e se o Novorizontino ganhar do Botafogo. Matematicamente, o clube ainda não estaria eliminado, pois o regulamento da competição diz que o melhor 4º lugar também passará e depois das partidas hoje, ainda restarão dois.

Pior defesa da Copa Paulista, com 13 gols sofridos, ao lado do Guarani em três jogos, o Rio Preto não vence uma partida oficial desde o dia 7 de março, quando bateu o Desportivo Brasil por 1 a 0, em casa. De lá para cá são oito partidas sem ganhar, sendo cinco derrotas e três empates.

Atuando no estádio Anísio Haddad nesta temporada, o clube já fez oito jogos com: três vitórias, um empate e quatro derrotas (41,6% de aproveitamento). Apesar da campanha ruim, o técnico João Santos gostou da apresentação de sua equipe no último sábado (derrota de 4 a 3 para o MAC) e deverá manter o formato titular.

Arbitragem – Lucas Canetto Bellote será o árbitro da partida em São José do Rio Preto. Ele será auxiliado por Daniel Paulo Zioli e José Lucas Candido de Souza.

Rio Preto – Gustavo; Murilo, Brunão, Diego Valin e Rafael Pereira; Rafael Cursino, Gabriel Tota e Thiaguinho; Moíses, Luan Batoré e Pablo. Técnico: João Santos.

Marília – Alyson; Dênis, Geninho, Arthur Gaúcho e Diogo Calixto; Junior Santos, Felipe Cordeiro e Léo Couto; Orlando Junior, Eric Di María e Gustavo Nescau. Técnico: Guilherme Alves.

FONTE : JORNAL DA MANHÃ

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *