PREFEITURA INAUGURA CASA DE CULTURA “CRISTOVAM RUIZ PEREIRA” NESTA TERÇA

Local abrigará Projeto Guri, Projeto Teatro da Cidade e Oficinas Culturais

 

A Prefeitura de Marília, por meio da Secretaria Municipal da Cultura, irá inaugurar nesta terça-feira (30), às 19h, a Casa de Cultura “Cristovam Ruiz Pereira”, que abrigará o Projeto Guri – Polo Regional Marília, Projeto Teatro da Cidade e Oficinas Culturais, na avenida Santo Antônio, 136.

O secretário municipal da Cultura, André Gomes Pereira, destaca que a Casa de Cultura irá beneficiar mais de 800 alunos atendidos por todos os projetos que serão realizados no local.

“A Prefeitura de Marília mantém convênio com o Projeto Guri, e atende com alguns requisitos como lanches, vale transporte e outras necessidades, mas essa é a primeira vez que amplia esse compromisso e abraça a responsabilidade de manter financeiramente um imóvel para a sede do Polo Regional Marília. O prefeito Daniel Alonso sempre reafirmou seu compromisso com a cultura e arte, e também com a formação cultural de crianças e adolescentes, tendo neles a prioridade de seu mandato”, disse o secretário.

O Projeto Guri é um dos maiores programas de formação musical de crianças e adolescentes do país. Em Marília, o projeto conta com 563 alunos, que aprendem teoria e prática de instrumentos como violino, violoncelo, contrabaixo acústico, viola de arco, teclado, trompete, eufônio, saxofone, flauta transversal, clarinete, violão, guitarra, baixo elétrico, viola caipira, percussão, bateria, além de iniciação musical e canto coral.

Segundo Lilian Kuronuma Hirata, gerente Regional de Marília, “A Casa de Cultura está sendo um marco histórico aos jovens marilienses pelo acesso à Música, oportunidade de novas linguagens e fortalecendo cada vez mais a voz ativa aos nossos Guris e Gurias. Mediante esta conquista do novo espaço cedido pela Prefeitura de Marília, através da Secretaria de Cultura, além de gerar novas vagas,  em 2019 receberemos em Marília o Grupo de Referência de Percussão que são alunos bolsistas de Marília e Região, através do processo seletivo que estará abertas as inscrições entre os dias 1 e 27 de novembro. Vamos sacudir a cidade com muita música e show de batucadas”.

Para Polyana Escudeiro Gatto, coordenadora do Guri – Polo Regional Marília, esta é uma data histórica para nosso município e principalmente para o Projeto Guri. “No último dia 17 de outubro comemorei oito anos de Projeto Guri e desde que assumi a coordenação há quatro anos, junto com minha Gerente Regional sonhamos juntas e persistimos para que o Projeto Guri de Marília ganhasse um espaço que pudesse acolher mais crianças e adolescentes e, principalmente, ser reconhecido no município pela população como um Projeto que visa à formação das crianças, adolescentes e jovens, como sujeitos integrados positivamente em sociedade e difundir a cultura musical em sua diversidade. Obrigada especialmente a minha equipe do Polo, auxiliares e educadores. Agradeço especialmente ao secretário André Gomes e toda sua equipe por estarem conosco neste sonho que hoje se torna realidade e também à atual gestão municipal”.

O Projeto Teatro da Cidade, realizado pela Secretaria da Cultura e que oferece aulas gratuitas de Teatro para todas as idades, conta com aproximadamente 140 alunos e seis arte educadores: Márcio Martins, Letícia Rodrigues, Calu Monteiro, Clarice Zan, Willian Mendonça e Gonzalo Perez.

Segundo Márcio Martins, coordenador do Teatro da Cidade, o Projeto necessitava de um espaço próprio para suprir as necessidades das turmas, e a nova casa propiciará também um novo espaço para realização de eventos como Saraus, mostras de processos, encontros entre alunos e equipes, envolvendo a comunidade.

“É uma felicidade muito grande receber esse cuidado do Governo Municipal com o Projeto. Este é um novo espaço em que teremos autonomia para trabalhar outras atividades, como confecção de figurino e de cenografia. Um novo local, que acolhe nossos alunos e abre a possibilidade de ampliar as vagas para este projeto, que já tem sete anos de existência. Essa é a concretização da perpetuação do ‘Teatro da Cidade”, e seguimos transformando pessoas com suas capacidades críticas e de expressão”, disse Márcio.

Já as Oficinas Culturais oferecidas pela Secretaria da Cultura ganharão em 2019 grande aumento em número e também em variedade de linguagens artísticas.

“Estamos programando para 2019 a abertura de inscrições para aproximadamente 70 oficinas, gerando mais de mil vagas, atendendo às diversas linguagens artísticas e todas as faixas etárias. Serão atividades como oficinas de audiovisual, capacitação para contação de histórias, fotografia, desenho, música, arte circense, dança de rua, literatura, entre outras. Com essa proposta, a secretaria estará voltada para a questão da formação cultural”, disse André.

Além da solenidade de inauguração, haverá também as apresentações do Grupo de Referência de Percussão do Projeto Guri de Ourinhos; grupo de cordas friccionadas; grupo de guitarra, baixo elétrico e bateria; grupos de teatro das turmas da melhor idade, jovem e professores; além dos músicos Emerson Mansano, Elias Gattas e Pedro Paris.

HOMENAGENS

A Casa de Cultura recebe o nome “Cristovam Ruiz Pereira”, através da Lei Ordinária Nº 8312, de 23 de outubro de 2018. Uma homenagem do poder público ao músico Cristovam, que dedicou sua vida profissional à música na cidade de Marília.

Cristovam Ruiz Pereira nasceu em 1981, começou seu aprendizado musical em maio de 1994 no Tema Centro Musical de Marília. Em 1999, ingressou no Conservatório Dramático e Musical Dr. Carlos de Campos de Tatuí para os cursos de guitarra MPB/Jazz e Violão Erudito, onde permaneceu até o fim de 2004.

Participou como instrumentista e produtor de inúmeras gravações, bandas e duplas sertanejas. Trabalhou como guitarrista e violonista do locutor de rodeios e cantor Marco Brasil e integrou a banda “Alô Meu Povo”, com média superior a 100 shows por ano. Com o mesmo participou de turnê nos EUA em 2007 onde tocou em palcos e rodeios de inúmeras cidades do país. Dedicou-se ao seu projeto de música instrumental, desenvolvendo apresentações e workshop em algumas cidades do Estado de São Paulo. Foi educador musical no Projeto Guri onde lecionou guitarra. Faleceu em março de 2015, deixando esposa e filho.

Além de Cristovam, o Músico Luis Justino Fernandes (Luisinho Estilingue), também é homenageado na Casa de Cultura e dá seu nome ao 2º piso da Casa, piso este repleto de salas de aulas dos mais variados instrumentos musicais.

Nascido em 1965, na fazenda Cascata, estudou no colégio Bento de Abreu.Começou a tocar com os meninos do Cristo Rei, e se interessou por rock quando viu uns meninos tocando Led Zeppelin, ganhou o vinil e tirou as músicas sozinho. Desde então não parou mais.

Aprendeu muito com o músico Federal, sendo que a diversão na época era tocar no projeto talento, onde ia com um violão emprestado. Passou por várias bandas como Peoples, Banda Musical Vitória, Banda de Lá e muitas outras. Trabalhou com Marco Brasil onde fez todos os arranjos, aberturas, e teve contrato com a Warner Music. Seu sonho era ter um local em Marília onde tivesse um projeto com batalha de bandas.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *