Premiê do Japão expressa intenção de levar adiante plano de elevar imposto sobre consumo

O primeiro-ministro do Japão, Shinzo Abe, deve expressar sua intenção de levar adiante o planejado aumento do imposto sobre consumo daqui a menos de um ano.

O governo planeja elevar a alíquota do imposto sobre consumo de 8% para 10%, no dia 1º de outubro de 2019.

Existe a preocupação de que uma possível corrida de gastos de última hora afete a demanda de maneira negativa posteriormente.

Autoridades consideram adotar diversas medidas preventivas. Por exemplo: redução fiscal para aquisições de grande porte, como casas e veículos.

O governo pode ainda suspender a proibição de vendas promocionais que oferecem reembolso aos compradores devido ao aumento tributário.

Também pode requisitar aos varejistas que o imposto seja embutido no preço de produtos à mostra, com a esperança de que isso faça com que os consumidores fiquem menos cientes quanto ao impacto do aumento.

O governo planeja manter o imposto sobre consumo em 8% para alimentos e outros produtos básicos. No entanto, muitas empresas de pequeno e médio porte não se encontram preparadas para lidar com diferentes taxas. Autoridades dizem que vão ajudá-las com a transição.

FONTE : NHK PORTUGUÊS

  

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *