Presa por fraude no benefício do ‘seikatsu hogo’

A Delegacia de Polícia de Ikuta, da cidade de Kobe (Hyogo), informou que prendeu uma mulher sob suspeita de fraude, na quarta-feira (6). 

Sem identificá-la, apenas informou que se trata de uma assalariada, de 30 anos, residente em Chuo-ku, cidade de Kobe, a qual teria enganado a prefeitura e se apossado indevidamente de 730 mil ienes. 

No período entre julho a dezembro de 2017, a japonesa foi beneficiária do seikatsu hogo, ou programa de proteção ao bem-estar.

Mas descobriu-se que ela não notificava o centro de bem-estar sobre os seus ganhos trabalhando em casa noturna, com altos rendimentos. 

Na delegacia a suspeita de fraude admite o crime. 

Em julho deste ano, um japonês foi preso em Kanagawa por fraude de 2,9 milhões de ienes no programa de benefício. Passou a receber porque estava desempregado. Mas, sem notificar a prefeitura começou a trabalhar 5 meses depois e continuou recebendo por quase 2 anos. 

FONTE : PORTAL MIE

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *