Princesa Mako chega ao Brasil para participar das celebrações dos 110 Anos da Imigração

A princesa Mako, neta mais velha do imperador Akihito, desembarcou nesta quarta-feira, 18, no Brasil para participar dos eventos comemorativos aos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil. Em duas semanas, ela visitará 14 cidades em cinco estados brasileiros. A primeira parada foi no Rio de Janeiro, onde a princesa Mako visitou o Corcovado e o Jardim Botânico e participou da Cerimônia Comemorativa na Associação Nikkei do Rio de Janeiro, onde se reuniu com autoridades locais e lideranças da comunidade nikkei.
Em sua quarta viagem ao exterior, a primeira para o Brasil, a princesa Mako estava com um vestido claro e ouviu as explicações do padre Sergio Costa sobre o Cristo Redentor. Hoje, quinta-feira, ela visita as cidades de Londrina e Rolândia, no Paraná, para depois se dirigir à cidade de Maringá, onde passará a sexta-feira. Em Londrina estão previstas visitas à Acel (Associação Cultural e Esportiva de Londrina), onde a princesa participará de um plantio de árvore e descerrará uma placa comemorativa.
Em Rolândia, a princesa depositará flores no Monumento aos Imigrantes e visitará o Museu da Imigração Japonesa no Paraná.
Na sexta-feira, 20, a programação em Maringá começa de manhã com uma visita à Acema (Associação Cultural e Esportiva de Maringá). A agenda da princesa na Acema prevê plantio de árvore, encontro com a governadora Cida Borghetti (PP) e almoço (leia mais à página 11).
Logo em seguida ela comparecerá à Cerimônia Oficial na “Expo Imin 110”, que será realizada no Parque Internacional de Exposições Francisco Feio Ribeiro, que deve reunir um público de cerca de 20 mil pessoas.
Na manhã do dia 21, a princesa se deslocará para São Paulo depois se dirigir para a capital paulista, onde participará da Cerimônia Oficial programada pela Comissão para Comemoração dos 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, que acontece concomitantemente ao “21º Festival do Japão” no São Paulo Expo. De lá ela seguirá para o Parque do Ibirapuera (zona Sul de São Paulo) para visitar o Memorial em Homenagem aos Imigrantes Pioneiros Falecidos e o Pavilhão Japonês. Lá, Sua Alteza Imperial será recepcionada por alunos de escolas japonesas e deve alimentar as carpas depois de depositar flores no Memorial.
Em seguida, a princesa cumpre agenda no Hotel Tivoli, na Alameda Santos, onde se reunirá com jovens líderes nikkeis – entre eles ex-bolsistas do Gaimusho – e, em seguida o encontro será com voluntários da Jica.

Aromas e sabores – No domingo, dia 22, na parte da manhã, a programação prevê visitas a Japan House São Paulo, na Avenida Paulista, onde conhecerá a exposição “Aromas e Sabores”. Com curadoria de Felipe Ribenboim, a exposição – que fica em cartaz até 30 de setembro – trabalha a construção de gostos e cheiros característicos do Japão, com fragrâncias e essências típicos como a alga, o wasabi e outros presentes em comidas, bebidas, perfumes, odorizadores e incensos.
Depois da JHSP, a comitiva segue para o Museu Histórico da Imigração Japonesa no Brasil , no Edíficio do Bunkyo, no bairro da Liberdade. Além de conhecer um pouco mais a história da imigração japonesa no Brasil através dos acervos dos sétimo, oitavo e nono andares, a princesa deve inaugurar as obras do oitavo andar.
Do MHIJB, a comitiva da princesa segue para Marília (SP), cuja programação inclui uma visita ao Teatro Municipal, onde serão realizadas as formalidades oficiais e uma apresentação de taiko, e o plantio de um ipê amarelo no Paço Municipal – próximo ao local onde, em 1958, o príncipe Mikasa plantou um ipê – onde também haverá o descerramento de uma placa comemorativa.

Promissão – A Comemorativa do Centenário da Colonização Japonesa em Promissão a ser realizada na Praça Dr. Shuhei Uetsuka será a primeira visita de um integrante da família imperial ao interior de São Paulo desde a vinda do príncipe e da princesa Mikasa há 60 anos.
A festa, que celebra o Centenário da Colonização Japonesa em Promissão e os 110 Anos da Imigração Japonesa no Brasil, começa por volta das 10 horas e é aberta ao público. Entre as atrações, apresentações de danças folclóricas e taiko. Um pouco antes da cerimônia oficial, por volta das 17h10, quem sobe ao palco é o cantor Joe Hirata, que intepretará a música-tema dos 110 Anos, “Arigatô Brasil”, que compôs em parceria com Julinho Bogajo – os músicos voltaram esta semana do Japão, onde se apresentaram no Festival Brasil 2018 (leia mais nesta edição).
No dia 23 (segunda), a princesa Mako será a primeira integrante da família imperial a visitar a Colônia Hirano, em Cafelândia. Depois, voltará a São Paulo passando por Araçatuba.
Depois de São Paulo, a princesa Mako visitará as cidades de Manaus (AM), no dia 25, e Tomé-Açu e Belém (PA), no dia 27. No dia 28 ela deixa o Rio de Janeiro de volta ao Japão, onde tem chegada prevista para o dia 31 de julho.

FONTE : JORNAL NIPPAK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *