Pró-Espécies seleciona consultoria para listas de espécies de São Paulo e Paraná

Convidamos você a participar da seleção para a elaboração e revisão das listas de espécies ameaçadas de fauna e flora de ocorrência no Território 19 no contexto do Projeto “GEF Pró-espécies: Estratégia Nacional para a Conservação de Espécies Ameaçadas”. 

A contratação será realizada no âmbito do Componente 1 Integração de conservação de espécies ameaçadas em políticas setoriais, especificamente na atividade descrita como “Elaboração de Planos de Ação Territoriais” para as espécies criticamente ameaçadas.

O território 19 (São Paulo-Paraná) abrange 64 municípios, totalizando 2.171.104,98 hectares, contemplando, nos levantamentos preliminares do Projeto, 18 espécies de fauna e flora criticamente ameaçadas de extinção, conforme listas vermelhas federais (Portarias MMA 443/2014, 444/2014 e 445/2014).

A coordenação estará a cargo da Secretaria do Desenvolvimento Sustentável e do Turismo do estado do Paraná (SEDEST) e do Instituto Ambiental do Paraná (IAP). Também contará com o apoio da Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente do Estado de São Paulo (SIMA) e da Fundação Parque Zoológico do estado de São Paulo (FPZSP), parceiros do GEF Pró-Espécies para o Território 19.

A Estratégia Nacional para a Conservação de Espécies Ameaçadas de Extinção Pró-Espécies: Todos contra a extinção é uma iniciativa do Ministério do Meio Ambiente (MMA) que tem como objetivo adotar ações de prevenção, conservação, manejo e gestão para minimizar as ameaças, o risco de extinção e melhorar o estado de conservação das espécies ameaçadas.

Os candidatos/empresas devem enviar a proposta, considerando os itens e condições descritos na carta convite até as 18h do dia 22/10/2019Acesse para mais informações sobre a carta convite

O período estimado da consultoria será de 85 dias (período estimado de novembro 2019 a fev/2020).

Sobre o Projeto Pró-Espécies

O projeto Pró-Espécies é financiado pelo Fundo Mundial para o Meio Ambiente (GEF, da sigla em inglês para ), é coordenada pelo Departamento de Conservação e Manejo de Espécies (DESP/MMA) e implementada pelo Fundo Brasileiro para a Biodiversidade (Funbio), sendo o WWF-Brasil a agência executora.

O projeto trabalha em conjunto com 13 estados do Brasil (MA, BA, PA, AM, TO, GO, SC, PR, RS, MG, SP, RJ e ES) para desenvolver estratégias de conservação em 24 territórios, totalizando 9 milhões de hectares. E prioriza a integração da União e estados na implementação de políticas públicas, assim como procura alavancar iniciativas para reduzir as ameaças e melhorar o estado de conservação de pelo menos 290 espécies categorizadas como Criticamente em Perigo (CR) e que não contam com nenhum instrumento de conservação.

Dúvidas podem ser esclarecidas até o dia 16/10/2019 pelo email: proespecies@wwf.org.br. 

FONTE : WWF BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *