Prova objetiva do concurso do Conselho Tutelar acontece neste domingo na Unesp e vai reunir 156 candidatos

Os 50 primeiros colocados irão para o pleito eleitoral, que definirá os dez novos conselheiros tutelares para o quadriênio 2020-2024

A prova objetiva do concurso do Conselho Tutelar, que pela primeira vez será realizado pela Fundação Vunesp, será realizada neste domingo (14) pela manhã no prédio II da Unesp, que fica na avenida Hygino Muzzi Filho, 737, no campus universitário, e vai reunir um total de 156 candidatos, que se inscreveram no período de 10 a 26 de junho.

Os portões serão abertos às 8h e fechados às 9h, quando terá início a prova, que constará de 30 questões sobre Conhecimentos Específicos, com duração de 2h30min.

Os candidatos deverão comparecer com 60 minutos de antecedência, ou seja, às 8h, munidos de caneta esferográfica transparente de tinta preta, lápis preto e borracha macia, além de um documento pessoal, que pode ser RG, CPF, Carteira de Trabalho, CNH ou Passaporte.

A Fundação Vunesp alerta que o candidato que não apresentar o documento não fará a prova, sendo considerado ausente e eliminado do Processo Seletivo.

Os 50 primeiros colocados estarão aptos a entregar a documentação estabelecida no edital e, se estiver em ordem, irão para o pleito eleitoral disputar as dez vagas de conselheiros tutelares, cujo salário é de R$ 3.462,75. Caso a documentação não seja entregue ou não esteja em ordem, será convocado para o pleito eleitoral o 51º classificado e assim sucessivamente.

A Prefeitura de Marília, por meio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), lembra que todas as informações sobre o processo seletivo do Conselho Tutelar estão disponíveis no Diário Oficial do Município do dia 5 de junho e também no site oficial da Prefeitura (www.marilia.sp.gov.br), ícone – concurso – processo seletivo – 2019).

conselho tutelar 2 - secretária Wânia e Prefeito Daniel

O prefeito Daniel Alonso afirmou que desde o início a gestão faz questão de dar total transparência aos concursos e processos seletivos. “A nossa administração prima pela transparência e por isso contratamos a Fundação Vunesp para realizar os concursos e processos seletivos. A Vunesp é uma das mais conceituadas do país e garante seriedade e lisura. Por isso, desde que assumimos todos os concursos da Prefeitura, do Daem, do Ipremm e agora do Conselho Tutelar serão pela Fundação Vunesp.”

A secretária municipal de Assistência e Desenvolvimento Social, Wania Lombardi, lembrou que o Conselho Tutelar é um grande parceiro da Prefeitura. “A gente trabalha em parceria com os dois conselhos. É um trabalho árduo e só temos que agradecer ao empenho e dedicação de todos os conselheiros. Com isso, a gente tem conselhos bem atuantes em Marília.”

Os novos conselheiros serão empossados para o quadriênio 2020-2024. Atualmente, Marília tem duas unidades do Conselho Tutelar (I e II), com um total de dez integrantes. A função exige dedicação exclusiva, sendo incompatível com outro emprego no serviço público ou iniciativa privada.

O órgão é regulamentado por legislação federal para o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente. O acompanhamento é do CMDCA e do Ministério Público. Cabe às prefeituras, o apoio financeiro e logístico ao Conselho Tutelar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *