STF autoriza extradição de um dos autores de massacre em 1977 na Espanha

O Supremo Tribunal Federal (STF) autorizou nesta terça-feira a extradição do espanhol Carlos García Julía, condenado por participar de um atentado a um escritório de advocacia em Madri ocorrido em 1977.

García Juliá cumpriu 14 dos 193 anos de prisão a que foi condenado em 1980. Em 1994, um dos autores da “Matança de Atocha”, como ficou conhecido o crime, recebeu autorização para viajar ao Paraguai e nunca mais voltou à Espanha, permanecendo foragido até dezembro de 2018, quando foi preso pela Polícia Federal em São Paulo.

FONTE : EFE BRASIL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *