Supermercados devem contratar mais de 8 mil temporários para o fim do ano

Expectativa do setor de varejo alimentar de SP é fechar o ano com 13,6 mil novos empregados

O varejo no estado de São Paulo deverá criar cerca de 8 mil vagas temporárias. O número é 25% maior que o ano passado. Estima-se que os supermercados devem reter cerca de 5% do total destes temporários para 2020. A expectativa é que este ano feche com 13,6 mil vagas ocupadas (melhor número desde 2014, quando foram contratadas 14,7 mil pessoas).

AnoContratações de temporários BR/ano
201913.650
201811.000
201710.000
20169.750
20158.710
201414.700
201314.950
201215.990
201114.820
201014.170
AnoContratações de temporários SP/ano
20198.000
20186.000
20179.000
20168.331
20156.806
20148.111
20137.247
201211.031
20116.677
201010.323
AnoCriação líquida de empregos no varejo alimentar BR/ano
2020*47.042
2019*42765
201835.034
201718.589
20169.727
20156.461
201462.756
201356.323

*Projeção

No Brasil, a expectativa de contratações para 2019 referente ao varejo alimentar é de 43,7 mil pessoas. O número é o melhor desde 2014, quando foram criadas 67 mil vagas. A projeção para 2020 é fechar o ano com 47 mil empregos gerados.

“Para se ter uma ideia, a expectativa de aumento das vendas para o Natal é de 6% a mais que no ano passado. As vendas no mês de dezembro são 24% maiores quando comparado aos outros meses do ano”, avaliou o economista da APAS, Thiago Berka.  

Entre as principais vagas para contratação estão as de repositor de mercadorias, atendentes de loja, operadores de caixa e embaladores. O que chama a atenção nos últimos meses é o crescimento nas contratações de Minimercados e Hortifrutis, sendo que em alguns meses, o número de empregados superou 430% quando comparados com o mesmo mês em 2018.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *