TÓQUIO 2020: Chiaki Ishii deixará sua marca eternizada no Hall da Fama

Neste sábado, 20, das 9 às 16 horas, a Praça da Liberdade-Japão, em São Paulo, será palco da comemoração de um ano para Tóquio 2020. O evento, uma ação do Comitê Olímpico Brasileiro (COB), terá clínicas esportivas de karatê, skate e surfe e uma parede de escalada estarão montadas para que o público possa conhecer melhor os esportes. Além destas atividades, o público também terá uma exposição de equipamentos das novas modalidades olímpicas.

Entre os presentes no evento estarão grandes nomes, como o recordista da maior onda surfada no mundo, o campeão no XXL Biggest Wave Award, Rodrigo Koxa, Bia e Bianca, do nado sincronizado; Luiz Felipe Soriani (basquete 3×3); Tiago Camilo (judô); Vanderlei Cordeiro (atletismo) e Rafael Silva (judô).

O bairro paulistano também será palco do Hall da Fama com o judoca Chiaki Ishii, bronze nos Jogos Olímpicos Munique 1972 (categoria meio-pesado), primeiro medalhista olímpico da história do judô brasileiro, e bronze no Mundial de Ludwigshafen (Alemanha) em 1971. A homenagem deve acontecer por volta das 14 horas.

Lançado pelo COB em 2018 com o objetivo de homenagear personagens que contribuíram de maneira marcante com o esporte olímpico brasileiro, promovendo o Olimpismo e inspirando novas gerações, o Hall da Fama já eternizou as marcas de Torben Grael (vela), dono de cinco medalhas olímpicas; a dupla Sandra Pires e Jackie Silva (vôlei de praia), primeiras mulheres brasileiras a ganharem ouro nos Jogos; e Vanderlei Cordeiro de Lima (atletismo), único brasileiro a receber a medalha Pierre de Coubertin, maior honraria do Comitê Olímpico Internacional.

FONTE : JORNAL NIPPAK

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *