Venezuela eleva magnitude de terremoto para 6,9 e avalia danos em edificações

O ministro de Interior e Justiça da Venezuela, Néstor Reverol, elevou para 6,9 graus na escala Richter a magnitude do terremoto que atingiu o país na tarde desta terça-feira, corrigindo os dados inicialmente divulgados por uma instituição local de que o tremor teria sido de 6,3 graus.

O ministro também revelou em rápida entrevista à emissora estatal “VTV” que o governo recebeu informações de danos estruturais em algumas edificações, sem dar mais detalhes sobre os problemas.

Reverol apenas falou que o edifício Confinanzas, conhecido prédio que fica no centro de Caracas, está 25% inclinado nos andares superiores, uma afirmação que a Agência Efe pôde constatar no local.

O imóvel abandonado era habitado ilegalmente até pouco tempo por famílias que foram expulsas de suas casas pelo governo.

O ministro afirmou que, por enquanto, não há registro de mortos ou feridos devido ao terremoto.

Através das redes sociais, dezenas de venezuelanos estão divulgando fotos e vídeos dos danos registrados em cidades do interior do país. As imagens mostram, principalmente, colunas danificadas e móveis que se partiram após apenas alguns segundos de tremor, o mais intenso registrado na Venezuela na atual década.

Entre os estados mais afetados pelo terremoto, de acordo com os relatos divulgados pelos venezuelanos nas redes sociais, estão Sucre, onde o epicentro do tremor foi localizado, o vizinho Monagas e Bolívar, no sul do país.

O ministério do Interior informou que 20 mil funcionários do governo estão fazendo avaliações dos anos e pediu que os cidadãos notifiquem as autoridades caso notem qualquer problema.

FONTE : EFE BRASIL

   

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *